sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Prata

Para a Serra dos Órgãos, como vista certa manhã de minha janela

Montanhas distantes
O sol, bem mais longe, as ilumina
Veios de prata na retina

2 comentários:

Patrick Gomes disse...

As pedras da serra chorando de chuvas.
Sei o que é.

Alberto de Lima disse...

exatamente. E, como tinha chovido, o ar estava bem limpo e de Olaria dava pra ver em detalhes as variações do relevo da serra... pena que nem sempre acontece