quarta-feira, 15 de agosto de 2007

Encontros

Há encontros incríveis na vida, embora os desencontros as vezes insistam em nos rodear. Hoje, por exemplo, tive a honra de assistir a um show do grande Yamandu Costa, violonista dos pampas, com técnica incrível e muito sentimento. É olhando pessoas assim, tão talentosas, que penso na magia de um encontro bem sucedido; Yamandu com seu violão, Vinicius com sua poesia, o primeiro abraço de uma mãe em seu filho, o amor que enfim se consuma...
E isso me faz pensar também nos encontros que não são consumados, porque as vezes a vida é cruel, sem explicações, mas também porque há muita gente no mundo que insiste em criar barreiras por onde passa, porque têm medo de se aproximar de seus semelhantes, se encastelam em sua arrogância, são incapazes de demonstrar um sorriso.

E aí meus amigos, está a melhor ponte que podemos construir na vida: a magia de um franco sorriso. O resto vem depois...

Yamandu Costa: http://cliquemusic.uol.com.br/artistas/yamandu-costa.asp

2 comentários:

Pedro Brito disse...

Nossa, Jorginho!

"E aí meus amigos, está a melhor ponte que podemos construir na vida: a magia de um franco sorriso. O resto vem depois..." <-- Lindo!

Eu também fico chateado quando os outros (por vezes eu mesmo) criam barreiras que impedem um contato mais humano com o mundo.

Jorginho, além de tudo, você também tem uma alma hippie, huehuehue! É sério. Hippie no bom sentido, é claro!

Abraços!!

Letícia disse...

Jorge, adorei o texto!!
Não pude deixar de rir com o "franco sorriso" no final... =D
Parabéns pelo blog!
bjks